Projeto de Leitura

PROJETO ANUAL DE LEITURA E ESCRITA
 
PROJETO: LEITURA E ESCRITA
PÚBLICO ALVO: ALUNOS DO 1º AO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 
DURAÇÃO: O ANO TODO 
EXECUÇÃO: PROFESSORES DO 1º AO 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 

JUSTIFICATIVA A importância da leitura, para o bom desenvolvimento do aluno é um fato inquestionável. Sabendo-se do papel fundamental da escola que é “formar um cidadão consciente e crítico, sujeito e agente transformador do mundo”, surge à necessidade de desenvolver este projeto, a fim de que os alunos possam superar as constantes e reais dificuldades relacionadas à leitura e à escrita. Busca-se, assim, desenvolver um hábito de leitura constante, que certamente favorecerá a expressão escrita do estudante, fazendo- o compreender o contexto social no qual encontra-se inserido e influenciando-o na transformação de um mundo melhor. Uma prática constante de leitura na escola pressupõe o trabalho com a diversidade de objetivos, modalidades de textos que caracterizam as práticas de leitura de fato. Se o objetivo é formar bons leitores temos a obrigação de proporcionar oportunidades destes alunos interagirem significativamente com os textos. Para fazer acontecer e fluir este conhecimento depende do empenho de você professor, pois é você que está diretamente ligado ao aluno, seja um grande incentivador através de suas estratégias para despertar no aluno o prazer e o gosto pela leitura.

OBJETIVO GERAL Desenvolver no aluno o gosto pela leitura e escrita, através de constantes visitas à sala de leitura, leituras diárias de livros didáticos e paradidáticos, jornais, revistas e de outras modalidades, estimulando também a criação de textos formalmente organizados, favorecendo assim um bom desempenho na expressão escrita do aluno.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Estimular o aluno à leitura e à escrita.
• Narrar e debater os textos oralmente.
• Familiarizar o aluno com as diversas modalidades de textos.
• Produzir textos orais coletivamente.
• Diferenciar textos literários de informativos.
• Construir oralmente a história contada pelo colega.
• Produzir textos escritos individualmente.
• Ampliar o vocabulário.
• Minimizar erros ortográficos e de concordância.
• Envolver os alunos nas dinâmicas do projeto, de modo a serem eles mesmos os autores de poesias, contos, crônicas e outros gêneros literários, transformando-os em leitores de seus próprios textos.
• Utilizar a linguagem oral e escrita explorando a riqueza dos contos de fadas, das fábulas e lendas.
• Estimular a fantasia, a imaginação e a sensibilidade através das histórias.
• Resgatar a importância do “contar histórias”, no contexto familiar.
• Desenvolver a concentração, a criatividade e o conhecimento.

ESTRATÉGIAS
• Fazer diariamente uma leitura compartilhada.
• Visitas constantes a sala de leitura com retirada de livros para leitura.
• Obedecer semanalmente ao cronograma da sala de leitura e ao projeto dos mediadores de leitura.
• Leitura e debate de assuntos atuais extraídos de revistas, jornais, e-mail, etc.
• Apresentação, pelos alunos, da vida e obra de um autor, antecipadamente escolhido.
• Pesquisas – Vidas e obra do autor.
• Lançamento do livro de cada turma, com a participação dos pais e da comunidade.
• Solicitar que os alunos dêem novo final ou um outro inicio à história lida.
• Organizar roda de leitores.
• Dramatizações de histórias conhecidas, onde as crianças sejam as personagens.
• Oficinas de leituras e produção de textos.
• Organizar um baú de leituras e sensibilizar os alunos com a apresentação dos textos, lendo com eles e convidando-os a fazerem leituras individuais ou compartilhadas.
• Identificação de valores encontrados nas personagens das histórias.
• Elaborar um novo final, diferente do original.
• Escrita de bilhetes com dicas sobre as histórias trabalhadas.

AVALIAÇÃO Avaliação deverá se processar da forma mais natural possível, através de conversação diária, da observação de mudanças de atitudes e nos registros da rotina de atividades vivenciadas. Assim procedendo, poderemos verificar a capacidade e o potencial dos alunos, suas dificuldades e seus limites, interferindo sempre que precisem de ajuda. Nessa interação, poderemos descobrir que tipos de leitura agradam mais: se o aluno consegue construir o significado do texto; se é capaz de perceber emoções expressas pelos autores; se após suas leituras, estabelecem diálogos e trocam informações; se mantêm interesse pelo projeto; se há necessidade de mudanças de estratégias. O ato de avaliar é continuo, e continuas deverão ser dinâmicas de acompanhamento de todos os envolvidos na vivência deste projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário